Em Brasília, Prece debate aprendizagem cooperativa

29 de agosto de 2019

Em meio às comemorações dos 25 anos do programa, professores cearenses apresentaram a experiência do estado com a metodologia cooperativa nessa terça (27), durante audiência pública na Câmara Federal

 

Palestrantes e convidados em audiência pública sobre o Prece, em Brasília. Foto: Elton Luz Lopes

 

A experiência cearense com aprendizagem cooperativa foi tema de audiência pública realizada nessa terça-feira (27), na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, em Brasília (debate completo neste link).

O evento faz parte da comemoração dos 25 anos do Programa de Estímulo e Cooperação na Escola (Prece), que trabalha de forma cooperativa e solidária em escolas públicas do estado do Ceará. O programa é vinculado à Escola de Integração e Desenvolvimento e Inovação Acadêmica (Eideia) da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Durante a audiência pública, os palestrantes divididos em duas mesas de debate refletiram sobre o trabalho desenvolvido no Ceará como referência de educação nacional e internacional.

Com o tema “O que é aprendizagem cooperativa e o que é o Prece”, a primeira mesa contou com a presença do professor Frank Viana Carvalho, doutor em Filosofia, Ética e Política pela FFLCH-USP. O professor ressaltou a importância da interação entre alunos, que funciona como uma rede de aprendizado para todos os presentes. Em seguida, a professora Ana Maria Teixeira Andrade, doutora em Educação, apresentou a trajetória e as estratégias do programa nestes 25 anos de história, tema de suas pesquisas mais recentes.

Ana Maria destacou a importância da transformação de vidas que o Prece proporciona por onde passa. A pesquisadora avaliou a audiência pública, organizada pelo deputado estadual Idilvan Alencar (PDT-CE), como um momento ímpar na história do programa.

“Além de mostrar como foi feito todo o trabalho de multiplicação do Prece e os desafios no interior do estado do Ceará, sendo divulgado na mídia, foi algo grandioso para a nossa história e importante para o momento pelo qual estamos passando, por toda essa situação política e nacional. O Prece está na mente de todos os atores, rapazes e moças, que o foram construindo nestes 25 anos, tanto na educação formal quanto na educação não formal”, considerou a professora.

 

Profa. Ana Maria em audiência pública em Brasília / Foto: Elton Luz Lopes

 

A audiência pública também contou com a presença de Elton Luz Lopes, diretor da Escola Estadual de Educação Profissional Alan Pinho Tabosa, uma das instituições que utiliza o método de aprendizagem cooperativa em parceria com a UFC. O diretor apresentou o impacto da aprendizagem cooperativa desenvolvido na escola com apoio da Universidade, além de destacar a formação em aprendizagem cooperativa de professores no estado do Ceará.

Em seguida, Tony Werinson Ribeiro Ramos, professor na E.E.E.P. Alan Pinho Tabosa, relatou sua experiência no projeto. Para ele, o Prece trabalha com iniciativas que ajudam na aprendizagem e na formação de cidadãos éticos em sociedade.

O evento seguiu com a segunda mesa de debates, com o tema “O Prece na secretaria de educação e na universidade”. Fundador do Prece e professor da UFC, Manoel Andrade considerou a audiência como um momento de emoção ao presenciar os comentários sobre o Prece pelos outros convidados.

O professor destacou o legado do programa e reforçou os pilares do Prece, como a educação emocional e e autodeterminação dos estudantes participantes. Em seguida, o secretário-executivo da Secretaria Estadual de Educação do Ceará (Seduc-CE), Rogers Mendes, destacou que uma educação com base na cooperação consegue servir aos fins da transformação das pessoas e da autonomia intelectual ligada à solidariedade.

Professor da Escola José Bonifácio de Souza, em Quixadá (CE), Antônio Barbosa refletiu sobre a aprendizagem cooperativa na instituição pública. Para ele, os alunos estão mais motivados e cooperativos nas atividades, adotando uma postura protagonista.

 

Prof. Tony Ramos Ribeiro destaca o empoderamento cidadão feito pelo Prece / Foto: Reprodução

 

A audiência funcionou de forma interativa, com o público participando por meio de perguntas a serem respondidas pelos palestrantes, além de comentários em tempo real.

 

O Prece

O Programa de Estímulo à Cooperação na Escola (Prece) é vinculado à Escola de Integração e Desenvolvimento e Inovação Acadêmica (Eideia), da UFC. Por meio do projeto Escolas de Aprendizagem Cooperativa e Solidária, o Prece tem oferecido jornadas formativas a mais de mil professores da rede pública estadual de ensino no Ceará, consolidando-se como referência nacional de ensino na área da aprendizagem cooperativa.

 

Marília Freitas / Setor de Comunicação da Eideia

 

Marcadores: